Quer Financiar equipamentos de musculação?

OPÇÕES DE FINANCIAMENTO QUE SÓ A Xfitness OFERECE
Financiamentos com taxas bem reduzidas e com um tempo de carência negociável voltado para empresas que desejam comprar equipamentos para realização de sua atividade fim. O financiamento se dá por intermédio de instituições financeiras credenciadas (em geral Bancos de Grande Porte) ao BNDES e é concedido à empresa arrendadora para aquisição dos bens.

Analise de crédito 

Score

credit-score

Passo a passo

1. Para iniciar o processo de Financiamento via FINAME, entre em contato com o gestor de vendas Xfitness da sua região e solicite um orçamento FINAME;
2. Procure o banco onde sua empresa é correntista. Certifique-se que seu cadastro e o cadastro da sua empresa estejam completos junto ao banco que escolher;
3. Documentos básicos (dependerá de cada banco):
– Contrato social da empresa;
– Ficha cadastral física e jurídica;
– IR da empresa e dos sócios;- Faturamento dos últimos 12 meses;
– Orçamento das máquinas Movement com código FINAME;
– Intenção de financiamento com Prazos, Taxas, Valores, Entrada e Carência desejado.
4. Informe o gestor de vendas Xfitness sobre a reunião / apresentação dos documentos na instituição financeira. Esse passo é importante para adequar futuros pedidos e prazos de entrega;
5. O banco fará uma análise técnica dos produtos e da empresa fornecedora (o tempo dessa análise dependera do histórico do cliente e procedimento internos de cada banco);
6. Finalizada a análise técnica o Banco inicia uma análise financeira do comprador (o tempo dessa análise dependera do histórico do cliente e procedimento internos de cada banco);
7. Uma vez aprovada a PAC (Proposta de abertura de crédito) é criado um contrato de crédito com todos os detalhes do financiamento como taxa, carência e entrada e parcelas;
8. O contrato é assinado pelas partes e deverá ser registrado em cartório (o prazo de registro dependerá de cada cartório);
9. Com o contrato registrado é emitida a Nota Fiscal dos produtos (como consta no orçamento apresentado no ítem 3); Na Nota Fiscal Xfitness já deverá constar o Número de série de cada item / produto; IMPORTANTE: Na Nota Fiscal, os equipamentos Xfitness estarão alienados ao banco escolhido;
10. Uma vez entregue os produtos, um avaliador irá fiscalizar e confirmar toda operação através de uma visita a academia.

QUEM PODE USAR O FINAME?
Empresas sediadas no Brasil, seja Direta ou Indireta como Academias, Clínicas, Hotéis e Empresas.

A empresa / indivíduo precisa ser correntista de uma instituição financeira (de preferência de grande porte) para análise de crédito.
Essa análise e aprovação de crédito BNDES / FINAME assim com o prazo de carência é feita entre Banco e indivíduo/empresa sem qualquer interferência da Xfitness ou do BNDES.
PRÉ-REQUISITOS
– Estar em dia com obrigações fiscais, tributárias e sociais;
– Apresentar cadastro satisfatório;
– Ter capacidade de pagamento;
– Dispor de garantias suficientes para cobertura do risco da operação;
– Não estar em regime de recuperação de crédito;
– Atender a legislação relativa à importação, no caso de financiamento para a importação de máquinas e equipamentos;
– Cumprir a legislação ambiental;
– Documentação complementar exigida pela instituição financeira.
A lista de exigência será definida pelo banco durante a análise do cadastro do cliente e dependerá de cada caso. Caso o cliente esteja com a documentação atualizada no banco em que tem conta, a solicitação de documentos tenderá a ser nula.
“Como toda análise de crédito, o cliente precisa apresentar um cadastro satisfatório com capacidade de pagamento e garantias suficientes para cobertura do risco da operação para aprovação da operação pelo Banco.”
ITENS NÃO APOIÁVEIS
– Aquisição de terrenos e desapropriações;
– Custeio e gastos com manutenção corrente, exceto no caso de operações de subscrição de valores mobiliários;
– Transferência de ativos, exceto em casos especiais de projetos de reativação de atividades produtivas e em operações de subscrição de valores mobiliários;
– Aquisição de software produzido no exterior, exceto adaptações (customização) realizadas no País ou quando associado a projetos de desenvolvimento tecnológico e inovação;
– Quaisquer despesas que impliquem remessa de divisas, incluindo taxa de franquia paga no exterior;
– Aquisição de animais para revenda;
– Aquisição de bens importados, exceto máquinas e equipamentos sem similar nacional;
– Despesas de internalização de bens importados, exceto para máquinas e equipamentos sem similar nacional.